sexta-feira, 25 de novembro de 2011

São Sebastião do Passé: Servidores acusam prefeitura de fazer pesquisa eleitoral e impor participação de funcionários

Servidores da prefeitura de São Sebastião do Passé denunciaram nesta sexta-feira (25) a realização de uma pesquisa de cunho eleitoral, encomendada pela prefeita Tânia Portugal (PCdoB), dentro das repartições públicas. De acordo com a denúncia, entre os dias 14 a 18 de novembro, todos os servidores do município teriam sido obrigados a responder um questionário com perguntas qualitativas sobre a atual gestora, seus secretários, além da indicação de um dos sete prováveis nomes que serão indicados para a sucessão em 2012. No final, os trabalhadores ainda tinham que confirmar se votariam ou não em seu escolhido. Segundo os denunciantes, o levantamento foi elaborado pela Farani Consultoria e Pesquisa e distribuído em escolas, postos de saúde e secretarias municipais por servidores lotados no Departamento de Comunicação da prefeitura, que ainda teriam feito a coleta logo após o preenchimento. “Alguns colegas ficaram com receio de serem identificados. A prefeita é implacável com quem é contra ela. Muitos têm medo de perder o emprego. Eu mesmo sou vítima de perseguição por me posicionar contrariamente às questões da prefeitura. Por conta disso, me tiraram de uma escola que leciono há 29 anos. Tive o salário cortado, mas consegui judicialmente o meu retorno às atividades”, relatou Joel Ribeiro da Silva, professor do Colégio Municipal Antonio Carlos Magalhães, localizado no distrito de Jacuípe. (Bahia Notícias)
Postar um comentário