domingo, 16 de julho de 2017

Jovem ganha R$ 3 mil para comer sanduíche de 4 kg

Jovem ganha R$ 3 mil para comer sanduíche de 4 kg
O desafio estava lançado: comer o X-Tortura, sanduíche que pesa mais de 4 kg, em menos de duas horas. O prêmio? R$ 3 mil.  "Quando a promoção foi postada, devo ter sido marcado umas doze vezes na publicação. O pessoal que me conhece sabe que eu como bastante", conta o bancário Diogo Giacomini, 24, que conseguiu a proeza de completar a 'tortura'. O jovem conta como fez para devorar a iguaria em 1h42: "Comi primeiro todo o recheio, a carne e creme. Depois, comi a salada, porque já tinha líquido por si só. Por último mesmo, o pão, que eu estava até molhando no refrigerante para facilitar". Diogo conta que se arrisca em desafios semelhantes com certa frequência: "Eu não ia participar, na verdade. Fiquei pensando: 'Não vou fazer isso comigo de novo'. Só que, naquela semana, eu tinha batido o carro e precisava do dinheiro. Pensei: 'É uma mão na roda. Vamos lá!'" Ele garante que almoçou quase 2 kg de comida cerca de seis horas antes de cumprir o desafio e, perguntado se chegou a pensar em desistir, nega: "Me sentia bem cheio, estufado. Fiquei com bastante sede e vontade de comer doce. Para falar a verdade, saí de lá querendo tomar sorvete. Só não fui porque minha namorada não deixou. Mas, para ter ideia, no outro dia fui num rodízio de pizza, estava normal". Sandro de Arrazão, proprietário da lanchonete Roda D'água de Jaraguá do Sul (SC), explica a escolha do nome do prato: "Estava na dúvida entre X-Tortura e X-Golias, por causa do tamanho. Precisaríamos de um 'Davi' para derrubar esse gigante! [risos]". E não é para menos! O sanduíche leva seis hambúrgueres, pão, frango desfiado, coração de galinha, calabresa, bacon, muçarela, milho, ervilha, tomate, alface, ovos, catupiry, cheddar e maionese caseira e mede 10 cm de altura e 40 cm de diâmetro, pesando mais de 4 kg. De acordo com Sandro, entre 6 e 10 sanduíches são vendidos por semana, ao preço de R$ 110,00. Mas calma, nem todo mundo é doido de aguentar um sozinho: na maioria das vezes, o prato serve entre oito e dez pessoas. Com a repercussão, pessoas de outras cidades estão indo conhecer a lanchonete. Sandro garante que novos desafios vêm por aí: "A partir do mês que vem fazermos um com organização melhor. Nesse, a pessoa tinha que comer em duas horas. Podia ir ao banheiro quantas vezes quisesse, sair do ambiente... Mas isso não funciona. Por isso faremos um termo de responsabilidade e regras".
Postar um comentário