Clinvida

Center Móveis

Nosso Rio

Nosso Rio

Mr Y Net

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ginecologista de Plantão: Christian Ferraz tira dúvidas de internautas do Várzea Cidade.



- Existe a possibilidade do médico saber se a mãe vai ter o filho com saúde ou sem vida?
Dr. Christian – Quando se trata de gestação normal, ou seja, aquela gravidez que a mãe não tem qualquer problema de saúde e não desenvolve nenhum problema durante a gravidez, o bebê que se desenvolve bem pelo método de exames normais é o que chamamos de pré-natal normal. Quando acontecem as intecorrências obstétricas e a gravidez de torna de risco, é que a tecnologia vem para somar cada vez mais. Lembrando sempre que a mãe tem um gesto altruísta quando a gravidez é de risco, onde ela sabe que em situações a persistência da gravidez pode agravar sua vida podendo às vezes até matar. Quando a mulher desenvolve pressão alta durante a gestação, sabemos que isto vai cada dia piorar um pouco mais, porém o bebê não está preparado para nascer e a mãe é capaz de permanecer grávida e limitar pela saúde do bebê mesmos sabendo que a cada semana é melhor para o bebê e é um agravamento da sua saúde. A tecnologia atual vem discutindo cada vez mais o momento do nascimento de um bebê onde a mãe desenvolve um quadro ruim de saúde ou existe uma complicação própria da gestação isso se chama de gravidez de alto risco. Existem métodos chamados de biofísicos que mostra como o bebê está na barriga da mãe, o exemplo principal é a ultrassonografia, onde pode analisar o crescimento do bebê, o processo de placentação, se o bebê está se movimentando bem, frequência cardíaca dentre outros. Em algumas situações é necessário metodologias um pouco mais avançadas daí veio o advento do Doppler colorido, que estuda a fisiologia, anatomia, vai lá e vê se oxigenação do bebê está caminhando de maneira adequada, paralelo a isso, existem métodos gráficos chamados de cardiotocografia.
- Por que a maioria dos partos cesários só são realizados com 7 meses ou 8 meses, sendo raro ver um parto com 9 meses?

Dr. Christian – A prematuridade é uma questão muito delicada, ainda não se tem a resposta de por que algumas gestantes desenvolve maturidade sem fatores que poderiam desencadear isso. As vezes a gravidez é única, não tem infecção nem fator de risco e de repente com 7 meses a mãe começa a se desencadear um trabalho de parto prematuro.
- Qual o melhor parto, natural ou cesárea?
Dr. Christian – O melhor parto é o seguro, onde mãe bebê estão bem no dia seguinte. Ninguém acompanha uma gravidez por nove meses, um casal quer fazer toda uma expectativa durante a gestação e depois tem um dissabor. Marcar um parto a cesariana não é equívoco, desde que tenha garantia da idade desse bebê, ou seja, que ele está pronto para nascer e a janela para ficar pronta é longa.
- Qual sua opinião sobre casas de parto nas grandes cidades brasileiras?
Dr. Christian – Casas de parto seriam unidades bem básicas, tipo um miniposto de saúde onde teríamos apenas profissionais capazes de acompanhar uma mulher em trabalho de parto e desenvolver as rotinas de parto humanizado com a família por perto e desenvolvê-lo de forma natural, mas existe um grave erro nessa conjuntura. Não existe forma de se perceber ou maneira de identificar o parto que vai complicar e essas casas de parto não tem anestesista, não tem obstetra capaz de fazer uma cesariana por não ter nem centro cirúrgico.
Postar um comentário