sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Municípios de Jacobina, Serrolândia, Caém e Mirangaba receberão o projeto “Paternidade Responsável”


Os municípios de Jacobina, Serrolândia, Caém e Mirangaba receberão, entre os dias 22 e 24 de agosto, o projeto “Paternidade Responsável”, promovido pelo Ministério Público estadual. 
O objetivo é levar aos cidadãos serviços de reconhecimento de paternidade, intermediação de acordos de alimentos, encaminhamentos para realização de exames de DNA gratuitos e resolução de questões pertinentes a registro civil. Na oportunidade, a equipe do Núcleo de Promoção da Paternidade Responsável (NUPAR) realizará palestras em escolas dos municípios buscando conscientizar mães e responsáveis sobre a importância do reconhecimento paterno e o fortalecimento dos laços afetivos. Em levantamento feito pelo MP na região, foram identificadas mais de mil crianças e adolescentes sem o nome do pai no registro de nascimento.
Segundo a coordenadora do Nupar, promotora de Justiça Joana Philigret, a iniciativa busca “alcançar crianças em idade não escolar ou crianças e adolescentes que, por qualquer razão, estejam fora do sistema público de ensino, se em instituições privadas, em situação de evasão escolar etc”. De acordo com ela, “o trabalho visa o atendimento de número expressivo de crianças e adolescentes que não têm reconhecida a paternidade, garantindo-lhes não somente direitos de identidade e personalidade, mas de existência digna e inserção no seio familiar”.  Ao longo do ano, os interessados em reconhecer a paternidade de seus filhos podem ir diretamente à promotoria de sua cidade. Em Salvador, o Nupar fica localizado na Av. Joana Angélica, nº 1380, em Nazaré. Mais informações nos telefones (71) 3321-2882/2931/ 3217-1976. 
Mutirão em Salvador
No dia 22 de agosto, a partir das 8h, o Ministério Público, por meio do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Cíveis, Fundações e Eleitorais (Caocife), também realizará atendimento à população na rua Silvino Pereira, s/n, no bairro do Uruguai, em Salvador. As ações fazem parte dos projetos “Sou Gente de verdade”, coordenado pela promotora de Justiça Maria de Fátima Silveira Passos de Macêdo, e “Paternidade Responsável”.  A iniciativa integra a Caravana “Energia com Cidadania”, projeto da Coelba, que visa facilitar o acesso dos consumidores a serviços públicos.  

Cecom/MP 
Postar um comentário